E agora, Carmona Rodrigues?

Por tentar comprar este vereador do BE

Domingos Névoa foi esta semana acusado de corrupção por tentar subornar o vereador do BE em Lisboa, Sá Fernandes.

Comentários

Anónimo disse…
Razão do título do post:

José Sá Fernandes
O vereador do Bloco de Esquerda da Câmara Municipal de Lisboa, José Sá Fernandes, exigiu este sábado que a autarquia explique os negócios que mantém com a empresa Bragaparques
Anónimo disse…
Mas que terá Carmona Rodrigues com história que envolve o vereador do BE, sobre os negócios da Bragaparques...

Carmona Rodrigues, ele sim, está de parabéns, pela saída do toleirão e oportunista do Carrilho.
Anónimo disse…
A questão é a Bragaparques já tem diversas obras feitas em Lisboa (e por este País fora).
Conhecida (estará?) a "metodologia de trabalho" da referida empresa convinha investigar como se passou para trás. A expressão popular: "quem faz um cesto faz um cento..."
Auditorias retrospectivas (será possível?).

Aliás, é bom recordar que os negócios da Bragaparques com a CML não começaram com Carmona Rodrigues ou com Santana Lopes.
Segundo me recordo, o negócio começou com o parque subterrâneo do Martim Moniz, no tempo de João Soares.
Anónimo disse…
Mas que diabo teria passado pela cabeça dos individuos da Bragaparques para tentar subornar o figurão do Sá Fernandes? Logo ele, vejam lá.

Não me parece que a historieta esteja bem contada. Há mais qualquer coisa, muito mais.

E além disso, o homem manda alguma coisa para merecer ser "subornado"?

Ou veio dar uma de prima-dona querendo mostrar que é imaculado? Talvez o "último moicano". Proponho que seja "cognominado": Sá Fernandes o incorruptivel.

Há coisas que mesmo sendo verdadeiras não são para dizer em público. Porque se viram contra nós.

No fundo o que está querer transmitir, não havendo coragem para o declarar frontalmente, é que se até o Sá Fernandes já foi abordado os outros vereadores já teriam sido todos "comprados".

Lamentável. Esta gente vive para a comunicação social não para cumprir o mandato que o povo lhe conferiu nas eleições...
Mano 69 disse…
Tenho que dar o meu louvor ao e-pá? pela sua retrospectiva dos negócios da Bragaparques. Certo e certeiro quando vai até aos primórdios do negócio em Lisboa.

Por outro lado o Carlos Esperança com o seu tradicional revanchismo (será que ele é de descendência francesa?) veio tentar colar o negócio ao actual presidente da câmara de Lisboa.
Anónimo disse…
Mano 69:

Já me habituei à sua cegueira. Só não compreendo o motivo que leva a Câmara a ocultar a um vereador da oposição (BE) as informações sobre os negócios.
Mano 69 disse…
Céguinho é o cão! (como diz o final da anedota)


As autarquias, sejam elas de que partido forem, nem sempre ou quase sempre (riscar o que não interessar) fornecem aos partidos na oposição os dados que aqueles pretendem.
Informação é poder.
Anónimo disse…
O actual Presidente da C. M de Lisboa, quanto a mim, é um . . . Presidente a prazo. O tempo, e as pessoas encarregar-se-ão do resto.

Mensagens populares deste blogue

Associação Ateísta Portuguesa (AAP) - RTP-1