Os totalitarismos respeitam-se

China: TV bane imagens de porcos para não ofender muçulmanos

Apesar de estar para breve a entrada do Ano do Porco, segundo o calendário chinês, a televisão nacional chinesa interditou nas suas emissões todas as imagens de porcos, por receio de ofender a comunidade muçulmana.

Comentários

Anónimo disse…
O meu problema é que não consigo respeitar um bom naco de "toucinho do céu".
A quem ofendo?
Manuel Norberto Baptista Forte disse…
Espero ter sempre lucidez para respeitar a diversidade, mesmo as mais aberrantes. Totalitário !?; diria antes um começo leve (mais um) de "aderência" não discutida sobre . . . novos caminhos: Ah, perceba-se que sou a favor deles, mas não em inversão total de marcha, para não contundir a sociedade, pois que se sabe quem é que se aproveita sempre da confusão.
matarbustos disse…
estou absolutamente solidário com os porcos: ateus como eu e bem mais tolerantes que os censores chineses ou os susceptíveis devotos muçulmanos.
ana conda disse…
Respeitemos o porco! Afinal é o animal, anatomicamente, mais parecido com o Homem!

O medo é lixado!
Anónimo disse…
Diria mesmo que é o triunfo de alguns porcos.

"Tó"

Mensagens populares deste blogue

Goldman Sachs, política e terrorismo financeiro

Miranda do Corvo, 11 de setembro

Maria Luís e a falta de vergonha desta direita