Outros etnocídios

Há os genocídios e etnocídios que são reconhecidos e condenados pelo Ocidente e pelo establishment. O dos curdos, o dos arménios, o dos judeus.
No entanto, o Ocidente fecha os olhos quando minorias suas são oprimidas e finalmente suprimidas.

Em França a cultura basca, corsa e bretã foram ao longo dos séculos lentamente eliminadas em nome do princípio da individualidade da cidadania (francesa) e da rejeição de direitos colectivos de minorias.

Em Espanha, durante o franquismo, as minorias basca, galega e catalã foram perseguidas. Na Rússia, inúmeras culturas foram russificadas e estalinizadas. Na Roménia e na Eslováquia, são as minorias húngaras a vítima. Na Áustria são sucessivamente violados os direitos da minoria eslovena. Na Grécia os macedónios eslavos e os turcos foram expulsos ou helenizados à força (excluindo a minoria turca e pomak dos Ródopes que goza de protecção internacional).
Nos EUA os índios americanos foram alvo de genocídio, pelo que os EUA nunca reconheceram o conceito de genocídio no direito internacional.

Vê-se que há genocídios e etnocídios "bons" e "maus".

Comentários

Rui Casquinho disse…
Para não falar da hostilidade com que os adeptos das equipas forasteiras se deparam quando se deslocam ao estadio do dragão.

Mensagens populares deste blogue

Vasco Graça Moura

Notas sobre a crise venezuelana…