Basta!


O meteoro que explodiu sobre a Rússia, com uma potência destruidora superior à bomba de Hiroxima, feriu mais de mil pessoas e deixou um rasto de destruição. Apesar das tragédia, podemos dizer que o poder destruidor do meteoro era muito superior às consequências  que provocou. E de uma catástrofe natural ninguém está a salvo.

Em Portugal, um simples primata, devolvido de uma ex-colónia e oriundo da JSD, tem provocado desgraças bem mais devastadoras do que o meteoro que atingiu o Planeta.

A incompetência com que decide, a insensibilidade com que empurra portugueses para a miséria e o desespero, a indiferença perante os currículos devastadores para a honra de governantes, incluindo o seu, mostra um primeiro-ministro que, custe o que custar, não pode permanecer no poder. Vamos a caminho de um país sem empregos e sem pensões.

Que saberão dele os que o aguentam ou o que saberá ele de quem já devia ter dissolvido o Parlamento antes de Portugal atingir o ponto de não retorno duma tragédia pior do que a queda de um meteoro de colossal poder destruidor?

Passos Coelho não é um governante, é a cabeça visível de poderes ocultos que tentam destruir a economia, as finanças, o emprego e a felicidade de um País. Sobre a ruína do Estado desmantelado, erguerão o império da clique que conspira contra o Estado de direito e não pode ouvir falar em justiça social.

Basta! É preciso mudar

Comentários

e-pá! disse…
Completamente de acordo. Ontem, 'já era' tarde demais!
Aliás, e por falar em ontem, publiquei um curto post 'em linha' (… como diria PPC) com o presente. link.
Subscrevo na íntegra. É demais!
Mano 69 disse…
«Em Portugal, um simples primata, devolvido de uma ex-colónia e oriundo da JSD,»

O CE no reino dos animais ditos racionais é o que se pode caracterizar "de fino recorte literário", sem dúvida...

Subscrevo a frase do apaniguado: “É demais!”

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime