Chama-se a isto: ‘marrar contra a parede’

As novas previsões da Comissão Europeia para Portugal não são as melhores: a recessão deverá ser o dobro do previsto, o desemprego vai disparar e o défice vai derrapar. Pelas contas de Bruxelas, a economia deverá cair este ano 1,9%. O dobro do que estava previsto antes, mas a previsão fica agora mais perto da mais recente estimativa do governo que é de 2%. Também o desemprego continuará a subir e deverá atingir este ano 17,3% contra os 16,4% previstos pelo Governo. A acontecer significa que mais de um milhão de portugueses estarão sem trabalho no final do ano. Quanto ao défice, tudo indica que o Governo não conseguirá cumprir a meta definida com a troika de 4,5%. Bruxelas acredita que o esforço da austeridade não produzirá grandes resultados práticos: o défice português deverá ficar nos 4,9%. O primeiro-ministro desvaloriza os números. Em Viena, Passos Coelho diz que vai manter a estratégia de consolidação orçamental seguida até agora.link.

Nota: O sublinhado é da autoria do ‘postador

Comentários

Estes "governantes" são péssimos pelo seu ultraliberalismo. Mas ainda por cima, mesmo como ultraliberais, são incompetentes!

E dantes desculpavam-se com o Sócrates; agora que essa desculpa já não pega, desculpam-se com a Europa!
AHP:

É aqui que se aplica o ditado: não interessa que o vento sopre de feição para quem não sabe para onde vai.

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime