Ainda o aeroporto da Ota


Como é sua obrigação, o Tribunal Constitucional vai sancionar os responsáveis pelo financiamento ilícito da Somague ao PSD.

Continua por conhecer a contrapartida recebida pela empresa em troca da generosidade, pelo que todas as especulações ficam em aberto. Por exemplo, a súbita mundança do PSD quanto à localização do novo aeroporto de Lisboa, tornando-se o campeão da sua deslocação para a margem sul, cujo principal beneficiário será obviamente a Lusoponte, terá algo a ver com o facto de a Somague ser o mais importante accionista nacional da concessionária das travessias do Tejo e ter como presidente do conselho de administração um antigo ministro das obras públicas do PSD, que obviamente por acaso, foi quem assinou o leonino contrato de concessão com a mesma?
[Publicado por Vital Moreira] [28.9.07] [Permanent Link]

Comentários

Anónimo disse…
Financiamentos partidários grátis?.
Pergunto eu: quem acredita neles?.
DE CORPO E ALMA disse…
Num país tão pequeno isto anda tudo ligado: ninguém dá ponto sem nó. A pescadinha tem o rabo na boca e que se lixa é o mexilhão.

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?