Dalai Lama, o velho "marxista" do Tibete

«Tenzin Gyatso, mais conhecido por ser o 14.º Dalai Lama, assumiu-se ontem, com alguma ironia à mistura, como um "velho marxista".

A tirada do Dalai Lama surgiu no fim de duas audiências na Assembleia da República, onde foi recebido por Jaime Gama e também pela Comissão Parlamentar de Negócios Estrangeiros. Como os jornalistas queriam saber se tinha trocado algumas palavras com o deputado do PCP, Jorge Machado, que integra aquela comissão e que resolveu estar presente, o Dalai Lama descreveu assim a troca de palavras no encontro:

"Bom, eu disse-lhe que ele é um comunista muito jovem. Eu sou um velho marxista, ele é um novo marxista."»

Comentários

e-pá! disse…
Muito gostam as figuras públicas de evocar o marxismo.
É um novo modelo de exorcismo.
jrd disse…
Até o José Barroso já disse que foi "Marchista", na altura em que era conhecido pelo "camarada Abel".
Anónimo disse…
inté o dono do blog foi marchista.Caramba

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?