Registo de Interesses dos deputados à AR. O que esconde Paulo Portas?

Encontram-se agora publicadas na página da Assembleia da República as declarações de interesses dos deputados. Um excelente passo em frente digno das melhores práticas a nível de transparência e E-democracy.
Será mesmo verdade, senhor deputado Paulo Portas, que Vª. Exª. não exerce profissão alguma? Será que alguém acredita que Vª. Exª. não detém quaisquer participações sociais em carteira? Nem sequer uma acçãozinha da EDP ou da Brisa? Ou um título do tesouro? Nenhum cargo social como gerente ou administrador de qualquer empresa? Já os teve no passado e em circunstâncias muito mal explicadas.
Custa-me a acreditar que um deputado à AR, com longa carreira pública e política, não tenha rigorosamente nada a declarar. Nem sequer uma actividade profissional. Nem sequer uma actividade de prestação de serviço. Nem sequer uma mísera quota ou uma acção de qualquer empresa. "Qué las hay, hay".

Comentários

Anónimo disse…
Muita coisa, e ele sabe-o.
Anónimo disse…
Quando o país começar a pagar a monstrusidade dos dois quase iúteis novos submarinos, talvez se venha a perceber melhor.
Visto do Fundão.
ana disse…
Talvez tenha doado tudo ao Bush, para ajudar à guerra no Iraque...
e-pá! disse…
O registo deve ter sido preenchido sob a alta supervisão da Drªa. Celeste Cardona.
Sendo assim, o que não se vê lá, está lá... até prova em contrário.(novo modelo de presunção da inocência já testado no caso da Univ. Moderna, nos "negócios" com o BES, etc.)
Anónimo disse…
O que é realmente estranho é a quantidade de deputados que fazem parte das mais diversas federações desportivas nacionais.
A ânsia controleira dos partidos políticos vai a todas...
Anónimo disse…
Senhor CE, o seu comentário sobre Paulo Portas é difamatório ao perguntar o que PP esconde e insunuar que prestou falsas declarações.

Aliás dá gosto ver que quando se perguntou em posts anteriores o que tem JSócrates contra CBR achou o comentário insultuoso, mas o seu post sobre PP não é diferente, antes pelo contrário.
No caso de JS pergunta-se o que tem ele contra a cidade, não se está a falar de ilegalidades, corrupção, falsas declarações, aliás um PM eleito pode se o quiser e não é ilegal abandonar uma região e destruí-la.
Já o seu comentário sobre PP não sendo diferente em forma (faz-se uma insinuação) é-o em conteúdo pois insinua que prestado falsas declarções e que tem interesses escondidos (tráfego de influências é o que quer insinuar???).

Mas pode pensar que não, mas entendo-o, pq tem medo das insinuações (por menos consequentes que sejam) sobre JS mas não tem medo de as fazer (por mais graves que sejam) sobre PP:
É que o primeiro controla a polícia, o ministério público e o segundo não.
Lembra-me o Estado Novo, podia-se achincalhar Soares ou Cunhal mas não Salazar, na altura era o medo da PIDE e agora????
Anónimo disse…
E o senhor Horácio Antunes tb não tem umas acçõezitas????
Ou essa pergunta será difamatória?
Anónimo disse…
Alberot Martins deputado do PS tb nada declara.
Será estranho?
Anónimo disse…
José Lello em 2005 tb nada declara (apesar de se dizer Gestor de Empresas).
Posteriormente é que informa os lugares para os quais foi nomeado / convidado.
E antes?
Anónimo disse…
Luis Afonso Candal, PS Aveiro tb nada declara.
Anónimo disse…
Anónimo Qua Set 26, 03:34:00 PM:

Compreendo a sua agitação com o espectáculo vergonhoso da direita, mas podia ler o post com um pouco mais de cuidado.

Veria que não é meu.

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime