Empobrecimento legítimo do PSD


Quando um partido, que deveria ter como farol os princípios do Estado de Direito e a salvaguarda da liberdade, corre atrás de extremistas num atropelo populista que mancha a sua história, o resultado só pode ser uma sucessão de projectos incongruentes.

É o que acontece, mais uma vez, com o PSD de Manuela Ferreira Leite.

Como explica cabalmente o Prof. Pedro Caeiro, a proposta de criminalização do enriquecimento ilícito cai no paroxismo e levaria à chicana processual, culminando em absolvições sucessivas e o desprestígio da justiça.

Tem estado bem o PS e o líder parlamentar, Francisco Assis, mantendo uma linha condutora que respeite os princípios da Constituição, pela postura intrinsecamente anti-totalitária e pela fuga ao populismo.

As posições de Política a sério, num primeiro momento podem ser mal compreendidas, mas a médio e longo prazo dão frutos.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime