Haiti - Uma tragédia a que não falta a pobreza

Poderão ter morrido "bem mais de cem mil pessoas" no terramoto no Haiti, afirmou à estação de televisão norte-americana CNN o primeiro-ministro do país, Jean-Max Bellerive.

A afirmação segue-se às declarações do Presidente, René Préval, que falou da possibilidade de terem morrido milhares de pessoas no sismo, que causou ainda danos "inimagináveis".

Comentários

Sem querer menosprezar a tragedia que é a perda de vidas humanas nestas circunstancias, queria deixar aqui apenas um pequeno comentario paralelo, que resulta do facto de estarem a ser lançados constantemente informações distintas para o numero de mortos, como aliás é habitual nestes casos. Por mais distinta que seja a fonte, não concebo ser possivel em tão curto espaço de tempo atirar numeros que vão de 100.000 até 500.000 mortos, mas os orgãos de comunicação social apressam-se a dar-lhes honras de primeira pagina. Basta pensarmos na nossa querida cidade de Coimbra e imaginar como seria dificil a qualquer um fazer este tipo de análise caso uma catastrofe destas ocorresse, quanto mais fazer esta estimativa para um país terceiro mundista onde certamente nem os habitantes estarão totalmente registados. Infelizmente nunca saberemos a real dimensão da tragédia e espero que os numeros "atirados" por algumas fontes não representem já uma tentativa politica de obtenção de dividendos futuros.

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?