Momento de poesia


A tua boca espera a minha…



Gosto de beijar os teus joelhos

que me desafiam a olhar

para as tuas pernas macias

a fecharem-se na fenda do teu ventre.

Subo novamente

os lábios a ferver

e sinto os teus mamilos eriçados

de prazer.

A tua boca espera a minha

ávida e sôfrega das urgências

do amor.


Alexandre de Castro

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?