Portugal entre os melhores


Quem o afirma não sou eu. São os avaliadores internacionais.
Portugal oferece condições para viver muito superiores àquilo que o seu modesto PIB per capita poderia deixar supor.
Para além do clima, da natureza e da história, julgo que um dos aspectos fundamentais desta qualidade de vida se prende com a paz social e com a baixa criminalidade.
Façamos então disto um ponto forte do nosso país: coesão social, harmonia e paz. Por isso a Escola Pública e a Medicina Pública são tão importantes. São estes os pilares, juntamente com uma longa história e uma forte identidade nacional que nos dão trunfos fortes para manter este registo de qualidade de vida.
Escola e Medicina Públicas são decisivas porque asseguram que todos, independentemente da sua origem social ou familiar, possam ter acesso à educação e aos serviços de saúde que queremos que sejam sempre da melhor qualidade.

Comentários

e-pá! disse…
O recente acordo conseguido entre o Ministério da Educação e os Sindicatos dos Professores, não mereceu grandes encómios dos socialistas mas, no concreto, representa o fim de uma "guerra" e reforçará o pilar da Educação Pública do Estado Português.

A pergunta é: qual a justificação para tanta "teimosia" durante o XVII Governo Constitucional?
.
andrepereira disse…
Não consigo dar resposta...! E sobretudo nem sei em que Congresso ou que comissão do Partido se defendeu o tal modelo da carreira dupla e da avaliação em termos x ou y. Há uma grand efalta de debate democrático dentro dos partidos. Quem chega a Ministro impõe a política que lhe apetece e pronto...! Quem paga é o partido e os militantes que dão a cara...

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime