Memórias...




Hoje, arranca mais uma edição do "Estoril Jazz", sucessor natural do "Cascais Jazz", uma criação de qualidade dos anos 70 que mobilizava os amantes desta música e, foi, também um fortuito e alegre aglomerado da gente de Esquerda (esquerda festiva!), que aí confraternizava.
Evento acarinhado por muitos melómanos, mas "regido" pelo incomparável Luis Vilas Boas.
A abertura cabe ao quinteto liderado por James Carter (na foto).

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido