Brasil - S. Paulo

(Foto de origem desconhecida)
Nota: Nada justifica a violência. Mas compreende-se.

Comentários

Mano 69 disse…
«Nada justifica a violência. Mas compreende-se.»

Excelente frase que se enquadra, pela mesma ordem de ideias, naquela que diz «será a estupidez tangível?"
e-pá! disse…
Os motins de S. Paulo começam a fazer "mossa".
O procurador-geral de Justiça de São Paulo, Rodrigo Pinho, encaminhou ao Senado Federal projetos que tornam leis prisionais mais rígidas.
Nomeadamente alterações do "Regime Disciplinar Diferenciado". Este regime restringe que restringe as visitas, o acesso a meios de comunicação e banhos de sol.... Praticamente o isolamento.
Actualmente, este regime pode vigorar por um período máximo de de 180 dias e a nova proposta pretende que o mesmo possa vigorar por tempo indeterminado... A "inspiração" destas propostas é... no sistema prisional que o aplica a dirigentes da máfia. A Europa, por vezes, inspira medidas repressivas medievas. Não podemos ser bons em tudo.

Bem sei que nas prisões brasileiras estão detidos alguns criminosos violentos, membros de "gangs", assassinos profissionais, etc., que aparentemente justificam o apertar do código disciplinar prisional.
O problema é o mesmo: sempre que há perturbações graves da segurança avançam-se com medidas restritivas das liberdades individuais, como se verifica agora no Reino Unido, sob a batuta do Sr. Blair.
Nas prisões as liberdades estão obviamente cerceadas, mas o regime prisional tem de ser, no mínimo, "humanitário".

Outro problema é não ir à "causa das coisas".
A intensificação da repressão satifaz os legisladores, os governos, as forças de segurança, mas, pelo contrário, deve preocupar o cidadão comum pelo permanente "consumo" de direitos, liberdades e garantias.

Esta história do "Regime Disciplinar Diferenciado" é só um exemplo recente das primeiras consequências dos motins.
O presidente do Senado, Renan Calheiros, já anunciou que colocará em votação um pacote de medidas de segurança.
Lula, a propósito destes motins, disse:
"Quando não se investe em educação, gasta-se em prisões".

O presidente do Senado, que se saiba, não revelou qualquer agendamento deste assunto na área política da educação.

Navegar à vista!
ioanis disse…
Porque será que estes acontecimentos ocorrem sempre em ano de eleições?
Anónimo disse…
Entendem-se claramente num país em que a esquerda governa... VIVA O VOSSO LULA DA SILVA, VIVA A ESQUERDA
Anónimo disse…
Compreende-se???!!! Eu realmente fico estupefacto com as tiradas estúpidas deste (Des)Esperançado!!!
Meu Deus, como é possível tanta estupidez???!!! Tentar justificar estes actos com as desigualdades sociais??!! Estes bandidos não têm perdão, são o crime organizado dos roubos, assassinatos e raptos, e pertencem ao narcotráfico. Além disso são podres de ricos!
E já agora ó Esperança, não é um esquerdista que é Presidente do Brazil?? Porque não tem feito quase nada pela diminuição das desigualdades? Enfim....!!!!!
UFO disse…
Talvez se queira apenas sugerir que o sapiens sapiens devia organizar a sua vida doutro modo qualquer. Que por aqui não irá longe.
É uma questão já antiga, claro. E tantas vezes há-de ir o cântaro à fonte...
Mas há quem não queira saber.
Anónimo disse…
Anónimo Qua Mai 17, 04:35:08 PM

O ódio á esquerda não pode ser cego e tão manifesto.

Na verdade, importa saber que o governador do Estado de S. Paulo, um homem da direita e candidato às próximas eleições presidenciais, procedeu a significativos cortes orçamentais que afectaram as prisões e as forças de segurança.

Ninguém comenta essa atitude. É mais fácil assacar responsabilidades ao Lula e, a partir daí, à esquerda.
UFO disse…
Mafia à brasileira, in diario digital!
Anónimo disse…
Máfia à brasilerira é mole se comparada com a máfia de Coimbra. Se querem melhorar levem o Vilarices e o Martelo para o Brasil.
olho de rua disse…
Ei Carlos. Eu conheço este local. Fica no Morumbi - um bairro nobre e de classe rica. O prédio lindo faz parte da Av. Geovane Groncchi e a favela logo atrás é bastante conhecida. Já passei algumas vezes por lá sim, de modo que foi fantárnica sua colocação no blog relacionado:

"Nada justifica a violência. Mas compreende-se."
olho de rua disse…
É Paraisópoles o nome desta favela CA. Acabei dê saber que uma amiga minha - que inclusive, neste momento, está no msn comigo - mora lá.

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975