Paradoxos




«China, Cuba e a Arábia Saudita foram hoje eleitas para o novo Conselho dos Direitos Humanos da ONU, ao mesmo tempo que 41 outros países, na primeira volta da votação realizada pela Assembleia-Geral das Nações Unidas».

Faltam os antigos «estudantes de teologia» do Afeganistão como encarregados da defesa dos direitos das mulheres.

Comentários

Anónimo disse…
Boa!!!!
Anónimo disse…
"A navio roto todos os ventos são contrários".
provérbio popular
The_new_hope disse…
Não será uma forma diplomática de os responsabilizar na preservação e aplicação dos 'direitos dos homens'?
É que normalmente quem integra um organismo assume a responsabilidade de preservar a sua idealogia, claro que exercendo a sua própria influência!
Não vejo este facto com maus olhos, pode ser o primeiro passo de abertura para estes paises.
Anónimo disse…
Your are Excellent. And so is your site! Keep up the good work. Bookmarked.
»

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime