O congresso do PSD e a Regionalização


No congresso do PSD só uma moção sectorial «Regionalizar e Descentralizar Portugal» foi chumbada – a de José Mendes Bota que, em nome da distrital de Faro, defendeu a regionalização do País e propôs um referendo para 2007 ou 2008.

São elucidativos os números da votação: 256 votos contra, 151 abstenções e apenas 84 votos favoráveis num partido que, violando a lei, pretendeu elevar Canas de Senhorim e Fátima a concelhos. A sensatez e visão política de Jorge Sampaio impediu o movimento reivindicativo de outras localidades e a explosão de movimentações bairristas.

Surpreende num partido com tão grande experiência autárquica a falta de sensibilidade para remendar uma manta de retalhos de 308 municípios e mais de 4 mil freguesias em que o País se divide.

Dizer que se é contra a regionalização é uma afirmação inócua. É como dizer que se é contra a política, contra a biologia ou contra a geografia. No fundo é a recusa de tomar partido para quem descobre na «descentralização» um alibi semântico.

O que é a descentralização sem a definição do quadro autárquico em que vai fazer-se, isto é, sem a regionalização? É a transferência dos ministérios para as sedes de distrito e as secretarias de Estado para alguns concelhos? É transformar o aparelho de Estado em repartições ambulantes a estacionar de acordo com a força dos caciques locais?

Ser contra a regionalização não é ser contra o que quer que seja, é ser a favor de coisa nenhuma.

Fizeram mal os congressistas que recusaram ouvir Mendes Bota. Calaram um companheiro para se pouparem ao incómodo de pensar.

Comentários

zarco disse…
"Madeire"????

Oh Esperança !!

O teu ódio pela madeira até onde vai!!

Até o nome mudas!!
Zarco:

1 - A imagem que encontrei corresponde ao que defendo - 5 regiões continentais e duas insulares;

2 - Lamentavelmente tem um erro ortográfico que me fez hesitar na publicação;

3 - Gosto muito da Madeira mas detesto os governantes, a sua arrogância, falta de educação e de sentido de Estado.
Anónimo disse…
Qual regionalização? o problema de Portugal não é dos projectos é das pessoas... Tomem lá mais um exemplo:

A SUSANA ISABEL COSTA DUTRA É FILHA DE QUÊM????

SABEM EM QUE CONSISTE A "MANUTENÇÃO" DO SITE DO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA? NÃO?
OK! EU ESCLAREÇO: TRATA-SE DE ACTUALIZAR CONTEÚDOS, UM TRABALHO QUE
PROVAVELMENTE MUITOS DOS V/FILHOS FAZEM LÁ NA ESCOLA OU EM CASA "COM UMA
PERNA ÀS COSTAS".

POR FALAR EM "COSTAS" ACHAM QUE O MINISTRO COSTA RECORREU AO OTL E PEDIU UM
PUTO QUALQUER PARA TRATAR DO ASSUNTO? NÃO! TRATA-SE DE UMA TAREFA ALTAMENTE
TÉCNICA QUE JUSTIFICA UMA rEMUNERAÇÃO DE 3.254,00 EUROS MAIS O SUBSÍDIO DE
ALMOÇO, CLARO.

E SABEM QUEM TEM O PERFIL ADEQUADO A ESSA FUNÇÃO? NÃO? OK! EU
ESCLAREÇO. TRATA-SE DE SUSANA ISABEL COSTA DUTRA.

VOLTANDO AO TEMA DO ASSUNTO E RESPONDENDO, SUSANA ISABEL COSTA DUTRA, É
FILHA DO MINISTRO ALBERTO COSTA.

QUANDO FOREM AO SUPERMERCADO E PAGAREM O IVA A 21% NÃO SE ESQUEÇAM QUE A
SUSANA ISABEL COSTA E FAMÍLIA (LEIA-SE O MINISTRO COSTA) AGRADECEM.

SE PUDEREM ESPALHEM POIS PODE HAVER ALGUÉM QUE NÃO TEM ACESSO AO DIÁRIO DA
REPÚBLICA QUE SEGUE EM ANEXO!

Se existirem duvidas tb posso postar o DR!!! Quiçá encontramos mais uns quantos afilhados, primos, sobrinhos, filhos de õu até quiça filhos da...
"Ai Portugal..Portugal de que estás á espera!!!"
e-pá! disse…
zarco said:Ter Mai 23, 01:09:41 AM

"O teu ódio pela madeira até onde vai!!"

A sua cega obstinação pela Madeira leva a escrever madeira (com m minúsculo).
- madeira de loureiro, vinhático til ou barbosano?

Todos temos lapsus linguae, lapsus calami, "lapsus tecla", etc.
Anónimo disse…
Zarco:
Já uma vez aqui expliquei, espero que desta vez ouças com atenção o que tenho para te dizer...
O ódio do esperança (com letra pequena), pela Madeira, leva-nos a outros tempos de Coimbra...
O Alberto João era uma tipo bonacheirão, daquele porreiraços que toda a malta gostava, e o Carlitos cá do burgo, queria fazer parte das sua tertúlias, coisa que o Alberto João, que é de olho, nunca lho permitiu e nem sequer lhe deu confiança para tal... (Isto é dito e contado por muitos que tão bem os conheceram)
Aí está a explicação... Não leves a mal, mas ele de facto não tem nada contra a Madeira ou os Madeirenses, são coisas....
Anónimo disse…
ahhhhhhhhhhhhhhhh... eu logo vi!
Eu logo vi que aqui havia coisa escondida por existir tanto ódio pela Madeira... Eu logo vi!!!!
Anónimo disse…
Anónimo das 07:03:10 :O problema de Portugal deve-se decerto mais a pessoas capazes da baixeza que o seu post assume. Conheço muito bem os três filhos do Ministro Alberto Costa, e nem o Jaime, nem a Joana nem a Inês (e menos ainda o pai)merecem esta falsidade, tentativa gorada, mas infame, de caluniar alguém.
JH
Anónimo disse…
http://www.mj.gov.pt/sections/informacao-e-eventos/imprensa/nota-contratacao-de/

que transcrevo:

Nota - Contratação de Susana Dutra
Em relação à contratação de Susana Dutra como assessora do gabinete do ministro da Justiça, cumpre esclarecer o seguinte:
1 – Susana Dutra foi contratada tendo em vista, em primeira linha, a substituição do actual website do Ministério da Justiça por um portal de serviços e informações aos cidadãos e às empresas para a área da Justiça.



2 – Este novo portal, que já está on-line, exigiu a contratação de Susana Dutra, de modo a acompanhar desde já o processo de implementação técnica do portal e a sua gestão editorial.



3 – O novo portal será tecnicamente desenvolvido pelos serviços do Ministério, sem que isso envolva qualquer custo adicional.



4- Pelo contrário, até ao momento a concepção técnica e a gestão editorial do actual website estavam a cargo de uma empresa externa, contratada pelo anterior Governo, com os custos financeiros e dificuldades de comunicação inerentes a esta situação.



5 – A contratação de Susana Dutra como assessora do Gabinete foi feita com integral respeito dos procedimentos legais e o seu vencimento decorre da lei, sendo até do ponto de vista financeiro mais vantajosa que a manutenção do contrato com uma entidade externa ao Ministério.



6 – Paralelamente ao seu trabalho na gestão editorial do novo portal da Justiça, a Susana Dutra, jornalista com experiência na imprensa escrita e na gestão editorial de websites, colaborará igualmente no trabalho regular de assessoria de imprensa.



7- O Ministério da Justiça desmente de forma categórica a existência de qualquer relação de parentesco entre o ministro da Justiça, Alberto Costa, e a assessora de imprensa, Susana Isabel Costa Dutra.
Quem escreveu «madeira» em vez de «Madeira» foi o Zarco e não eu.

As pessoas que não sabem ler confundem o que escreveu o Zarco no primeiro post:

«O teu ódio pela madeira até onde vai!!»

com o que eu escrevi.

As dislexias são frequentes
Anónimo disse…
Atenção, ser contra a regionalização, não é como ser contra a geografia, filosofia, etc. Não é uma opção inócua, nem uma opção vazia, é sim uma opção concret e real. Ser-se contra a regionalização é ser-se a favor do centralismo absoluto. Se um tem vantagens e desvantagens o outro tb, seria mais correcto discutir estas, qual a visão do PSD do que simplesmente dizer que é uma votação inócua e vazia.
Zarco disse…
OH É-Pá!!

Por muito esforço, que realizes em mostrares uma escrita, como se tivesses sido "rato" da Biblioteca Joanina, não passas de um pobre de espírito...

eu quando escrevo um simples post de um blog, não penso em "representar" como um Lobo Antunes ou um saramago...
Zarco disse…
Anonymous said...
Zarco:
Já uma vez aqui expliquei, espero que desta vez ouças com atenção o que tenho para te dizer...
O ódio do esperança (com letra pequena), pela Madeira, leva-nos a outros tempos de Coimbra...
O Alberto João era uma tipo bonacheirão, daquele porreiraços que toda a malta gostava, e o Carlitos cá do burgo, queria fazer parte das sua tertúlias, coisa que o Alberto João, que é de olho, nunca lho permitiu e nem sequer lhe deu confiança para tal... (Isto é dito e contado por muitos que tão bem os conheceram)
Aí está a explicação... Não leves a mal, mas ele de facto não tem nada contra a Madeira ou os Madeirenses, são coisas....

Ter Mai 23, 02:16:42 PM

...Caro amigo...

Agradeço uma vez mais a sua informação, desde o meio do atlântico. ;)

O Esperança, tem que ter cuidado com o diz, à boca cheia, sobre a Madeira, como se a conhecesse ao pormenor.

Cada Região tem a sua especificidade, caso contrário, seríamos uma só região.

Mas não será por acaso que somos um País-Nação, e não uma espanholada manta de retalhos...

Respeitem as opções do povo madeirense!Não votam no AJJardim por acaso...Nem são acéfalos! Bem pelo contrário!

Vamos é deixar ( devíamos...) de receber tão bem QUEM NÂO MERECE RESPEITO!!!

Dizer mal é fácil!!Transformar uma MAdeira que esteve esquecida 500 anos é tarefa de um povo LUTADOR E de TRABALHO ÁRDUO diário com a difícil orografia da Ilha!

Daí que os próprios Madeirenses começam a esgotar a paciência por serem tratados como um " rebanho" com um só pastor...

O Alberto João Jardim, goste-se ou não da figura transformou as Ilhas da MAdeira e do Porto Santo, se não fosse a sua ousadia, nada teria mudado por FALTA de vontade do poder Central Nacional!!!

E o AJJardim é um GRANDE POLÍTICO, que não necessita de "colégios modernos" nem de Jambas, nem de ouro incenso e MARFIM, nem de " mon ami " franceses para LUTAR POR AQUILO QUE ACREDITA; E QUE NÂO VIRA A "CASACA"...

De " Vira-casacas" e FRUSTADOS pela vida, como este sr Esperança, não reza a História!

O Nosso PORTUGAL, actualmente está cheio de deturpadores de informação! Basta ver o que o programa prós-e-contras mostrou...

depois o AJJardim é que está doido, e é um palhaço...ELE LIMITA-SE A DAR A CHAMAR OS BOIS PELOS NOMES! Não utiliza alcunhas...

Se os MADEIRENSES de uma faixa etária mais elevada fossem ao continente conhecer a realidade local, votavam no AJJ mais 500 anos!!! Se fosse possível!

Muita gente falta-lhe é CONHECER TODO O PORTUGAL, e não só o parapeito da sua janela...E quando digo CONHECER, não é só visitar, e conhecer a realidade com base na sua história social, económica cultural...

A paciência está a esgotar-se em muitos Madeirenses, fartos de serem considerados como uns acéfalos, acríticos por votarem no AJJ.

A Madeira, como região independente, poderia, com base no seu trabalho, nos empresários que tem, com provas dadas, nas mais variadas áreas, criar riqueza, e não "depender" como fazem crer dos impostos de terceiros...Que nem é o caso!

Seria interessante...Verificar que a Madeira , por hipótese, independente ficar em melhor condição que como região autónoma. Quem PERDIA? PORTUGAL.

Já esteve mais longe...

Com pessoas e a verborreia com o É-pá´s e os Esperança´s deste PORTUGAL , sobre os Madeirenses...A nossa revolta toma ânimo!
Zarco disse…
...Foram necessários empresários MADEIRENSES para a total recuperação do " CAMPO PEQUENO ", para o grupo PESTANA, encetar um plano de recuperação das recém compradas POUSADAS DE PORTUGAL, e até o JOE Berardo deixar a sua colecção de arte no país,com muita paciência deste, face à figurinha da ministra da cultura...

Bem, mas com declarações como a da Ministra de Educação sobre as desições de tribunais açoreanos, como se não fossem nacionais...Mais não digo! Isto caminha para o " THE END ".

Voltem por favor VIRIATO, D. Afonso Henriques, Marquês de Pombal e Cª!!
Zarco disse…
ERRATA

...decisões...

Infelizmente não teclo á mesama velocidade que penso...

Nem todos nós almejamos SER um dia um imenso " É-pá"...

...
Zarco disse…
e-pá! said...
zarco said:Ter Mai 23, 01:09:41 AM

"O teu ódio pela madeira até onde vai!!"

A sua cega obstinação pela Madeira leva a escrever madeira (com m minúsculo).
- madeira de loureiro, vinhático til ou barbosano?

Todos temos lapsus linguae, lapsus calami, "lapsus tecla", etc.

Ter Mai 23, 09:44:33 AM

Oh É-pá!;

"A sua cega obstinação pela Madeira"

Não se trata de OBSTINAÇÂO...

Nós Madeirenses temos ORGULHO na terra que nos viu nascer...Algo que voçê não sabe o que significa...

Defender a Madeira, de atitudes ignorantes sobre ela ( e ignorantes sobre a Madeira como voçê ...) não é necessário GOSTAR de AJJardim, de um qq partido...Basta ser MADEIRENSE.

O que muitas vezes é confundido um MADEIRENSE que defende a sua TERRA, ser logo conotado com o PODER-PSD-AJJardim...

Nada mais errado!

BASTA TER AMOR à sua TERRA.
e-pá! disse…
Oh Zarco!

O Mundo já existia antes da descoberta da Madeira;

O regionalismo já existia antes da autonomia da Madeira;

A insolência é que parece ter-se apoderado da Madeira. Quem não tolera o AJJ, é para você, um português ignorante sobre a Madeira e, decididamente, não gosta da Madeira. Torna-se um marginal...

Valha-nos os Milagres em Machico, o Rosário em S. Vicente, N. S. do Monte, N. S. do Loreto, o Bom Jesus em Ponta Delgada...para só apelar aos mais conhecidos!
Anónimo disse…
Zarco said:

...Infelizmente não teclo á mesama velocidade que penso...

o á que escreveu não existe, de facto queria dizer "à", contracç
ao do artigo "a" com a preposição "a". E isto nada tem a ver com a velocidade.
Anónimo disse…
o anónimo que fala da assessora do ministro da justiça é mesmo burro e maldoso... santa ignorância! como pode haver tanta ignorância junta!!!!
Anónimo disse…
This is very interesting site... » » »

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975