E assim vai o meu país...

Não querendo o PR punir os prevaricadores, que arruinaram a coligação, o Governo e o País, quis levar a julgamento o PS. Não querendo o PS partilhar as culpas, por não ter estado sequer no local do crime, o PR acabou por se submeter à vontade dos réus e surgiu de novo a abençoar a renovação dos votos nupciais do casal desavindo e, à falta de voluntários, assinou outra vez como padrinho.

Comentários

e-pá! disse…
O discurso de ontem, proferido por Cavaco Silva, é uma peça política extravagante.
Necessitava, em seu entender, do acordo dos partidos para avançar com uma 'boa solução'. Não o teve. No discurso de ontem afirmou 'não recriminar os partidos'...
Então, em que ficamos:
- Numa rábula presidencial?
- 'Encontrou' uma solução menos boa e adoptou-a?
- Já a tinha na 'manga'?
- Ou todas as opções?

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime