CENTENÁRIO DA REPÚBLICA

Por

Amadeu Carvalho Homem *

MEMORIAL REPUBLICANO XX

XX - O TRICENTENÁRIO DE CAMÕES

Algumas determinações vexatórias do Tratado de Lourenço Marques suscitaram junto do público uma reacção de grande desagrado. Temia-se pelo esfacelamento do império colonial português, às mãos gananciosas e implacáveis da Grã-Bretanha. Era necessário que alguma coisa de poderoso e de notável pudesse ocorrer para que o sentimento de desânimo, que lavrava entre nós, pudesse ser substituído por uma mais esperançosa crença no futuro da Pátria.

O Visconde de Juromenha, investigador laborioso e atento, descobrira num velho documento, compulsado na Torre do Tombo, que o Grão-Poeta Camões falecera em 10 de Junho de 1580.

* Historiador

Texto integral em LIVRE E HUMANO

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime