CENTENÁRIO DA REPÚBLICA

Por
Amadeu Carvalho Homem *

MEMORIAL REPUBLICANO XXI

XXI - ÁFRICA DIVIDIDA, ÁFRICA VIOLADA

A contradição da Europa industrial na segunda metade do século XIX entronca no paradoxo de uma produção em pleno crescimento, graças à eficácia de tecnologias cada vez mais apuradas, contraposta à vozearia dos famintos, alastrando como mancha de óleo, sem a menor capacidade económica para a aquisição dos excedentes produtivos.

Os governos liberais europeus são colocados perante climas de contestação e de mal-estar social que se desenham sobre panos de fundo de evidente expansionismo produtivo. Mas a potencial prosperidade, oriunda deste acréscimo de bens mercantis, passa ao lado de incontáveis multidões, anémicas, miseráveis e destituídas de poder de compra.

O comércio internacional refina as tendências de emulação entre os países produtores, resultando desta realidade o recurso a variados expedientes proteccionistas. Foram estes condicionalismos que impeliram tais governos à definição de políticas alternativas de emigração.

* Historiador

Texro integral em LIVRE E HUMANO

Comentários

polytikan disse…
http://pt.wikipedia.org/wiki/Cleptocracia

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime