I V I - Interrupção Voluntária da Inteligência

Referendo foi «enorme derrota» de Sócrates.
(Luis Filipe Menezes, autarca de Gaia)
Fonte: DN, hoje, pág. 17 (Sítio indisponível)

Comentários

Anónimo disse…
É provável que Luís Filipe Menezes tenha razão, a colagem do PS ao SIM, levou a que muitos se abstivessem de ir votar.

O PS colou-se ao SIM, para aparecer ganhador...há partidos e políticos, capazes de tudo.
Carlos Esperança disse…
Ahahahahah!!!!

E que levou outros a colarem-se ao Não?
e-pá! disse…
Anónimo

Com esta colagem (já que estamos em falar em colar) tem lugar garantido na próxima lista de LFM à direcção do PSD...
Anónimo disse…
Referendo e LFM.

Diz LFM que o Referendo foi «enorme derrota» de Sócrates.

Não concordo. Sócrates aqui foi justo, claro, inteligente e jogou limpo. Até porque, inteligentemente, o "NÃO" não tem cabimento. A mim, parece-me má fé.

Zézé.
Anónimo disse…
Ninguém tinha dúvida que o SIM ganharia, o PS e Sócrates sabiam disso...logo, apoiaram, colando-se, para tirar dividendos.

Espertos... agora já dizem que foi crucial a ajuda de Sócrates

Todos sabemos que o desgaste deste governo é grande, esta "vitória" serve de muleta, para continuarem a política reformista, onde só mudam os nomes e tudo fica na mesma.
Este Sr LF Menezes, diz no seu blog o seguinte:

"Os primeiros dados deste referendo consubstanciam desde já, independentemente da posição de cada português em relação ao problema concreto, uma enorme derrota política do Primeiro-Ministro.
Uma votação que, dado o enorme abstentismo, torna o resultado do referendo não vinculativo tem leituras óbvias e indiscutíveis: uma iniciativa política do Primeiro-Ministro é reprovada por cerca de 80% dos portugueses (somatório dos que não se interessaram, abstendo-se, com os que votam contra).

Sobre isto eu já lhe respondi directamente, e faço aqui a transcrição:

(...)Assim, lembrar-lhe-ia que o Senhor foi eleito para a Presidência da Câmara Municipal de Gaia com 77.932 votos, isto num universo de 233.564 possíveis, o que, se fizermos uma análise idêntica áquela que faz no seu “post”, podemos concluir que a sua Presidência, apesar da maioria absoluta, afinal não recolhe a simpatia de ceca de 70% dos gaienses. (...)
Não levem o homem a sério.

Isto foi no inicio de uma noite de ressaca. O homem, como médico, toma um ansiolítico, quando vai para fazer declarações públicas, ainda por cima em grande tensão.

Enganou-se nos comprimidos e na garrafa de vinho fino.

Escusam de lhe arrear !
Anónimo disse…
LFM, até tem alguma razão e isso custa a muitos...vamos esperar, pelas próximas eleições para tirar a prova dos 9.
Manuel Norberto Baptista Forte disse…
Quando o Autarca gaiense disse tal coisa, devia estar certamente no meio da Ponte D. Luís (tabuleiro superior), daí a "ventania" que lhe varreu o discernimento que nele vem revelando bastantes falhas; será que tal é fruto do treino para ascender a líder do PPD/PSD; há desculpem, fica só por: P. S. D. (Partido Social Democrata), senão ainda dizem que estou a copiar o ex da C. M Lisboa.
Equlibrio, exige-se para bem da Democracia e de todos aqueles que convictamente são verdadeiros Sociais Democratas.

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975