Birmânia - Militares sob fogo de «lingerie»



Moças do ‘Calcinhas pela paz’ começaram a enviar calcinhas para embaixadas de Mianmar. Grupo diz que generais crêem que contato com roupas íntimas femininas enfraquece.
.
Comentário: Como dizia Deng Hsiao-Ping: " Seja branco ou preto, o que importa é que o gato apanhe os ratos!"

Comentários

Anónimo disse…
Se eles já andam com os olhos em bico, face à contestação de estão a ser alvos, agora com a "lingerie", é o ... assalto final.
Anónimo disse…
E têm razão os generais birmaneses. Numa sociedade islâmica, de intensa e repressiva vigilância sobre os comportamentos sexuais das mulheres, a exibição da lingerie pode conduzir os jovens ao onanismo, enfraquecendo-os. Aqueles generais são na realidade brilhantes!
Anónimo disse…
Alexandre de Castro:

Eu jugava que Onan era um deus a que apenas os adolescentes dirigissem as suas preces.

Os adultos têm orações mais substanciais. ;-))
Anónimo disse…
Carlos Esperança:
Os adultos têm essas orações substanciais quando podem.
Mas, quer aos adultos, quer aos adolescentes, Onan (Onã) não lhes poderá valer, já que Jeová o castigou com a morte por ele se ter socorrido do estratagema de largar o sémen no chão durante o coito nupcial com a viúva do seu irmão, com quem tivera de casar, em obediência à lei judaica do levirato, e interrompendo assim, conscientemente, o ciclo geracional da sua família patriacal. E Jeová, bondoso certamente, não lhe perdoou. Há deuses assim, que matam e mandam matar sem qualquer compaixão, não entendendo eu por que razão continuam a ser adorados com imenso fervor, recorrendo os seus crentes, inclusivamente, às clássicas marradinhas num velho muro, que tu e eu visitámos na mesma altura.

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?