PSD - Trunfo é Zita Seabra

Zita Seabra não é a oportunista que todos julgam, a trânsfuga de todas as cambalhotas, a mulher disposta a todas os convites, um ser amoral. Nada disso. É o trunfo de todos os baralhos, o talismã de todos os líderes, de Cunhal a Cavaco, de Marques Mendes a Luís Filipe Meneses, do Comité Central do PCP à Comissão Política do PSD.

Zita é hoje o que sempre foi – o poder feito ambição, o ressentimento tornado ideologia.

Não há no seu percurso a mínima incoerência ou o mais leve desvio do seu profundo estalinismo, fosse no entusiasmo com que defendia a apropriação colectiva dos meios de produção e o centralismo democrático ou, agora, na defesa do liberalismo económico e na solenidade com que preparou o baptismo e a primeira comunhão. E, finalmente, na rapidez com que trocou Marques Mendes por Filipe Meneses.

Zita é uma mulher de causas. Não por amor às ideias mas por ódio às pessoas.

Comentários

Anónimo disse…
É a maior transfuga política que o País conhece.
Com a velocidade de cruzeiro que adquiriu ainda acaba no PP ou, quiçá, PND, ...
Ou, então, transforma-se numa estrela candente e, escreve mais um livro a "descascar" no PSD.
Os seus pensamentos e os seus trajectos são circulares. Mesmo assim, apesar de todas mutações e transfigurações só tem um facto como certo: não voltará ao ponto de partida!
De resto, podemos esperar tudo.
Anónimo disse…
Onde chega a ambição!!!! Como diz o povo -vende o Pai por dez tostões-...
Anónimo disse…
Não se preocupe. A si nimguém o quer. Nem o PS, nem o PSD, nem o CDS...enfim
Anónimo disse…
É verdade, Zita Seabra, vira casacas, não interessa a ninguém...

Razão tinha Alvaro Cunhal.
Anónimo disse…
A srª. citada NUNCA "foi" ou "é" assim ...
Anónimo disse…
O post é sobre Zita Seabra.

Os comentários alheios têm o «Espaço dos leitores».
Anónimo disse…
É mais uma das muitas "prostitutas" que pululam na política à portuguesa. Mas há mais, muito mais: Barroso, Pina Moura, José Magalhães, etc., etc.
E foi essa Sra. cabeça-de-lista por Coimbra, pelo PSD, tendo como opositora Matilde Sousa Franco, pelo PS, duas ilustríssimas tricanas...
Anónimo disse…
Muito bem dito, anónimo anterior.

É assim que os partidos tratam a nossa Coimbra.
Graza disse…
Aceito essa a muitos, como até a mim próprio. Mas porque será que não o admito nesta? Isto tem dado que pensar. É que não vejo a mulher dentro daqueles fatos e até o que diz me soa como uma pantomina ... uma coisa estranha. Não sei.

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime