Sem comentários...

Santana Lopes deu, nos seus últimos dias como presidente da Câmara Municipal de Lisboa (CML) e prestes a ser primeiro-ministro, ordem para pagar indevidamente 3,5 milhões de euros à Bragaparques relativa a obras na Praça da Figueira, noticia o semanário Sol.

Comentários

Anónimo disse…
Da Bragaparques nem vale a pena falar...lembro-me logo do Luís Vilar, grande presidente da concelhia do PS-Coimbra.

Empréstimos, facilidades, pressões, habilidades e a conta bancária a aumentar...eis os malabarismos do artista que utilizou a sede do PS para se justificar.
Anónimo disse…
ERRATA DO SOL:

Onde se lê Santana Lopes, deve ler-se Luís Vilar
Anónimo disse…
"A comovedora generosidade" de Santana Lopes.

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime