Momento de poesia

beleza fem-Sergej Ryzhkov

Preso no teu leme


Este fascínio pelos rios da minha infância
a correrem nos teus olhos líquidos
que eu bebo com o meu desejo.
Esta loucura de nadar no teu corpo
quando despes lentamente o vestido
mirando-te ao espelho.
É quando eu passo para a outra margem no teu barco
remando com os teus braços
percorrendo-te da popa à proa
até ficar preso no teu leme
e na convulsão das ondas do teu ventre.

Alexandre de Castro - Lisboa

Comentários

Anónimo disse…
Há barcos em que embarcamos
para nos perdermos no mar
e águas em que morremos
por não sabermos nadar

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime