Momento de poesia

O assalto ao teu castelo

Convido-te a deixares-me entrar
nos segredos do teu castelo
escalar as muralhas
que te resguardam dos assédios
enlaçar as tuas ameias
onde montaste vigia aos meus passos…
Convido-te a baixar as defesas
dos teus medos
levantar a ponte levadiça
dos teus braços
abrir a porta de armas
do teu corpo,
para eu poder entrar
triunfante e em alvoroço
montado no cavalo branco
do meu encantamento…
Assim, já poderemos jogar às cartas
na tua torre de menagem,
onde serás a guardiã dos meus tesouros…
Eu quero ganhar ao jogo com o ás de espadas
aquilo que tu guardas com a dama de ouros…

Alexandre de Castro

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime